RSS

Cine Fórum: 2008, a crise que não quer passar

15 jul

A crise econômica de 2008, que teve seu epicentro nos Estados Unidos, mas atinge as principais economias globalizadas no mundo, passados 4 anos, ainda não se ausentou, levando economias sólidas a reclamar ajuda ao FMI (Fundo Monetário Internacional) ou a UE (União Européia), ou ainda , em casos mais extremos, a “falência”. 

No esforço de pensar as causas da crise, tomou-se como ponto pacífico a leitura do pensamento keynesianos, que a seu modo, acusa o livre mercado e seu potencial descontrole como sendo o culpado da crise, exigindo dos governos ações para salvar a população das conseqüências da crise, bem como, exigindo dos governos a criação de dispositivos de toda ordem para vigiar e moderar as relações econômicas do livre mercado, para doravante impedir novas crises., em casos mais extremos, a “falência”.

Fraude: explicando a grande recessão

Em divergência com os Keynesianos, a Escola Austríaca de Economia apresenta outra explicação para a crise de 2008, entendendo que a grande recessão não foi fruto do mercado ou da ganância de grandes empresários, antes disso, a crise tem sua origem em um elemento exógeno a economia, qual seja, a intervenção dos governos e bancos centrais na economia.

Sendo assim, no intuito de fomentar o debate, o curso de Ciências Sociais, no dia 17 de Maio fará a reprodução do documentário “Fraude: explicando a grande recessão”.

Cronograma do evento:

  • Protocolo e composição da mesa: 19:00 às 19:30
  • Exibição do documentário: 19:30 às 20:40
  • Comentários:
    • Banco e o Sistema Financeiro, com José Cesar Kogi – Graduado em Administração de Empresas pela Universidade do Contestado – UnC; Gerente de Unidade de Atendimento – Sicredi Cooperativa Planalto das Araucárias (2011-2013); HSBC Bank Brasil S.A (1988-2011)
    • As ações do governo brasileiro diante da crise, com Hegon Felipe Pacheco Damaso – Acadêmico de Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Paraná – UFPR
    • Poupança, Expansão de crédito e os Ciclos econômicos, com Paulo Flavio de Andrade – Acadêmico de Ciências Sociais pela universidade do Contestado
  • Perguntas: 21:40 às 22:30

Local: Anfiteatro Francisco Goebbel – Universidade do Contestado – Canoinhas/SC
Data: 19/06/13
Horário: 19:00 às 22:30
Realização: Centro Acadêmico de Ciências Sociais (CACS) – Universidade do Contestado

Material de apoio

Obras sugeridas:

Moeda, Crédito bancário e Ciclos econômicos, de Jesús Herta de Soto

Moeda, Crédito bancário e Ciclos econômicos, de Jesús Herta de Soto
Obra base para a elaboração do documentário “Fraude: explicando a grande recessão”

AcaoTempoEConhecimento

Ação, Tempo e Conhecimento, de Ubiratan Iorio
Ver capítulo 7: A teoria austríaca dos ciclos econômicos

Artigos sugeridos:

A Teoria Austríaca dos Ciclos Econômicos, de Rafael Hotz Arroyo

A teoria austríaca dos ciclos econômicos e as causas da Grande Depressão, de Richard Ebeling

Entendendo a recessão mundial do início do século XXI, de  Alceu Garcia

A teoria austríaca do capital,de Ubiratan Jorge Iorio

A teoria austríaca dos ciclos econômicos, de Ludwig von Mises

Os triângulos hayekianos e a estrutura do capital, de Roger W. Garrison

Os triângulos de Hayek e a estrutura agregada de produção, de Ubiratan Jorge Iorio

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15 de julho de 2013 em Notícias

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: