RSS

Guia de carreiras: Ciências Sociais

21 dez
Guia de carreiras: Ciências Sociais
Cientista social pode seguir três áreas: política, antropologia e sociologia.
Leque de atuação inclui ONGs, partidos políticos e poder público.

A carreira de ciências sociais, uma das mais tradicionais formações em humanidades, oferece ao profissional da área o domínio de ferramentas que o auxiliam a problematizar a relação do homem com o estado, com outros homens e com as estruturas sociais.

A carreira está dividida em três grandes áreas: ciência política, antropologia e sociologia, e permite atuação em um vasto leque de setores da sociedade. Quem se forma na área pode trabalhar diretamente com educação, saúde, participação política, transporte e vários outros setores.
A cientista social Táli Pires de Almeida, de 30 anos, optou pelo curso justamente pelo interesse em entender melhor as relações humanas. “Eu sempre gostei muito de ler e achei que os recursos que eu tinha até então para entender o funcionamento do mundo e da sociedade eram insuficientes”, afirma ela.

Hoje mestranda da Universidade de São Paulo, Táli se especializou no estudo das migrações, e trabalha em uma organização não-governamental que oferece serviços a imigrantes na cidade de São Paulo.

“Com certeza ao estudar ciências sociais você sai da universidade para atuar em muitas áreas. Durante a faculdade eu nem imaginava”, conta.

Ela cita, como exemplos, as organizações não-governamentais, que se multiplicaram por todo o país nas últimas duas décadas, além da atuação em movimentos sociais, a prestação de assessoria a partidos políticos ou seguindo a carreira acadêmica e dando aula.

“É um universo muito grande de opções profissionais.”


Poder público

Além desses setores, há ainda o poder público, que vem demandando cada vez mais cientistas sociais, tanto para executar programas do poder executivo quanto para colaborar com congressistas na elaboração de projetos do legislativo.

“O aumento de concursos públicos requisitando cientistas políticos, antropólogos e sociólogos, que são títulos que você adquire com mestrado e doutorado, é um bom caminho para quem quer trabalhar no poder público”, diz Táli.

“Dependendo da área em que você vai trabalhar, você tem a possibilidade de continuar fazendo pesquisa, continuar as leituras, mas também com mais oportunidade de servir ao interesse público.”

Três grandes áreas
Segundo ela, o curso de ciências sociais se divide em três grandes áreas: ciência política, sociologia e antropologia. Ela explica que o estudante pode optar por se aprofundar em uma delas e seguir esse rumo acadêmico na pós-graduação. Mas uma tendência que tem se consolidado nos últimos anos, de acordo com Táli, é a interdisciplinaridade.

“Hoje o diálogo entre essas áreas está muito forte e é muito importante para o avanço do conhecimento, porque, se você analisar o estado somente a partir do ponto de vista dos teóricos da ciência política, isso pode acabar restringindo o seu olhar e restringindo a sua compreensão.”

Ela dá como exemplo estudos de antropólogos que “permitem analisar melhor o estado e problematizar algumas das relações entre o estado e os cidadãos”.

Gosto pela política
Embora a atuação partidária não seja um requisito obrigatório para o profissional de ciências sociais, a socióloga da USP recomenda que os estudantes do curso – e também de outras carreiras universitárias – pelo menos pensem sobre política.

“Gostar de política não significa que tem que se filiar necessariamente a um partido”, diz ela. “Mas tem que sempre ter possibilidade de problematizar as relações. O estudante de ciências sociais deveria pelo menos não gostar de política, mas pensar sobre isso.”

O pensamento, nessa carreira, é solitário, mas a profissão exige habilidades de comunicação.

O pesquisador “é solitário na sua formulação, na sua reflexão, mas ele está em constante interlocução, tanto a partir das leituras como com a comunidade acadêmica”, afirma Táli.

Segundo ela, o profissional deve ter “uma avaliação crítica do que produziu ou até mesmo de para quem ele produziu”.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de dezembro de 2011 em Notícias

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: